Skip to main content

Nadal e Djokovic têm um pé fora do US Open

Número um e dois da ATP poderão ficar de fora do Grand Slam americano

de Rui Sousa

julho 8, 2020

Depois de conhecidas as novas regras da ATP, que ficarão em vigor até 2021, os maiores do mundo tênis começaram a adaptar as suas agendas de acordo com os seus objetivos até o final de 2020. Em causa, está o fato de até ao final de 2020, nenhum jogador perder pontos e também a regra que diz que para efeitos de ranking, será levado em conta o melhor resultado em cada torneio obtido entre 2019 e 2020. Em consequência disso, mesmo grandes estrelas como Novak Djokovic e Rafael Nadal podem ficar de fora de alguns dos grandes torneios, como é o caso do US Open.

Novak Djokovic: “Ainda não sei se vou”

Novak Djokovic deixou bem claro que ainda não tem uma decisão tomada para jogar o US Open. Depois de ter se recuperado do novo Coronavírus, o líder da ATP ainda não tem claro o seu calendário para os torneios em solo americano, onde a pandemia continua descontrolada.

“Posso assegurar que não vou estar em Washington e poderei ou não estar em Cincinnati. Tudo depende se vou ou não jogar o US Open, mas ainda não sei. Certo é que vou jogar Roland Garros e, se possível, irei também a Paris e Roma.”

Novak Djokovic

Segundo as novas regras do ATP, os jogadores só somam pontos se fizerem melhor do que em 2019 e aí a decisão de Djokovic pode parecer estranha. Na última edição do US Open, o sérvio saiu da prova na quarta eliminatória. Com Rafael Nadal em dúvida e Federer afastado da prova, poderia ter oportunidade de somar muitos pontos em Nova York e resolver a questão da liderança do ranking no final de 2020

Relativamente ao calendário anunciado, Novak Djokovic poderia melhorar em dois torneios. Em Roland Garros, onde foi derrotado na semifinal, e em Roma, onde perdeu na final.

Nadal confirmou a presença em Madri

Rafael Nadal confirmou publicamente a presença no Masters 1000 de Madri. Isto pode significar muito sobre a sua participação no US Open. É que o torneio espanhol começa no dia seguinte à final do Grand Slam norte-americano. Assim, Nadal pode já ter abdicado de jogar em Nova York.

Uma decisão que, mais uma vez, é sustentada pelas novas regras da ATP. No ano passado, o rei do saibro venceu Roland Garros e em Roma. Nesse caso, só poderá somar pontos em Madri, onde perdeu na semifinal para o grego Stefanos Tsitsipas.

LEIA AQUI mais artigos sobre tênis

Written By,

de Rui Sousa