Skip to main content

Grand Slams: Quem são os maiores vencedores da história

Entre os tenistas masculinos e femininos, conheça os maiores vencedores de majors da história

de Rui Sousa

agosto 7, 2020

A história do tênis está repleta de grandes heróis, grandes conquistas e de grandes rivalidades. Ao longo do século, muitos tenistas foram se destacando pelo número de vitórias e, entre essas vitórias, os Grand Slams tem um peso decisivo nas contas finais. Afinal, os quatro torneios mais importantes do ano tem um peso fundamental na carreiras dos melhores tenistas de todos os tempos.  Roger Federer, Rafael Nadal e Serena Williams são muitas vezes apontados como melhores jogadores. Mas, quem são os tenistas que lideram o ranking de maiores vencedores?

24 Grand Slams
Margaret Court
Austrália

Margaret Court
Margaret Court

Margaret Court é considerada pela maioria dos amantes de tênis como a melhor jogadora da história do esporte. A australiana dominou por completo a cena nos anos 60 e início da década de 70. Entre o seu primeiro Australian Open e a conquista do último US Open, se passaram 13 anos de absoluto domínio. Court ganhou 24 Grand Slams no simples e, imagine, mais 19 em duplas e mais 19 em duplas mistas. Uma grandeza absoluta. Entre muitos outros recordes, foi a primeira jogadora na Era Open a conquistar os quatro majors na mesma temporada. É também uma das três personalidades a ter ganhado os quatro Grand Slams nas categorias individual, duplas e duplas mistas. Doris Hart e Martina Navratilova foram as outras duas.

23 Grand Slams
Serena Williams
Estados Unidos

Serena Williams
Serena Williams

A mais bem-sucedida das irmãs Williams está a um pequeno passo de se igualar a Margaret Court no ranking das melhores do mundo. E, entre os especialistas, há quem acredite que seja apenas uma questão de tempo até que esta super atleta chegue ao topo. Além de ter vencido todos os Grand Slams, Serena ostenta uma impressionante marca, denominada por Serena Slam, segundo a própria. Venceu todos os majors não uma, mas duas vezes, completando duas séries de quatro vitórias consecutivas. Além dos títulos no simples, conta com mais 14 em duplas e dois em duplas mistas.

22 Grand Slams
Steffi Graf
Alemanha

Steffi Graf
Steffi Graf

A primeira tenista europeia desta lista é Steffi Graf. A talentosa alemã dominou entre o final dos anos 80 e década de 90. Entre muitos dados impressionantes, como documentam os 22 triunfos em majors, Graff destaca-se dos demais tenistas por ter um feito único até hoje entre homens e mulheres: Foi a única a vencer os quatro torneios mais importantes e os Jogos Olímpicos no mesmo ano, completando assim um inédito Golden Slam.

20 Grand Slams
Roger Federer
Suíça

Pontos brilhantes de Roger Federer

O primeiro homem desta lista é o campeoníssimo Roger Federer. Ele é considerado (até pelos maiores rivais) o melhor jogador que já tocou uma raquete, independentemente, de vir, ou não, a ser o mais vencedor. Para já, Federer ainda é o homem com mais Grand Slams da história, com 20 títulos conquistados. Já venceu os quatro torneios e é também campeão olímpico de duplas, ao lado de Wawrinka. É ainda o recordista de semanas no líder do ranking ATP, totalizando 310 semanas como número 1. Para a história ficará para sempre a sua rivalidade épica com o amigo Nadal e com o Sérvio Novak Djokovic.

19 Grand Slams
Helen Wills e Rafael Nadal
Estados Unidos e Espanha

Helen Wills
Helen Wills

Com 19 títulos cada, Helen Wills e Rafael Nadal fecham a contagem do top-5. A norte-americana ficou famosa na década de 20 e 30, tornando-se na primeira grande campeã de tênis mundial. Além de 19 títulos do Grand Slam, Wills venceu também duas medalhas de ouro olímpicas nos Jogos de Paris, de 1924, no simples e em duplas. Além dos 19 majors no simples. Se aposentou com um recorde impressionante de 51 encontros disputados em Wimbledon e apenas um perdido.

Pontos brilhantes de Rafael Nadal

Quanto a Rafael Nadal, continua o seu trajeto tendo como principal objetivo ultrapassar Federer como o tenista mais vencedor da história em Grand Slams. O “Rei do Saibro”, nome pelo qual é conhecido graças aos seus impressionantes 12 títulos em Roland Garros. O canhoto é também bicampeão olímpico, ganhando o torneio de simples em Pequim (2008) e no Rio (em duplas), tendo também levado todos os Grand Slam existentes.

LEIA AQUI mais notícias sobre tênis

Written By,

de Rui Sousa