Skip to main content

Com título, mas sem medalha: Três campeões da Premier League que não tiveram direito ao troféu

Conheça alguns craques que não cumpriram o mínimo para terem direito à medalha

de Rui Sousa

julho 23, 2020

A Premier League está perto do final e na última quarta-feira (22), na despedida dos jogos em Anfield, o elenco do Liverpool finalmente recebeu a Taça e as respectivas medalhas. Os Reds receberam 40 medalhas para serem distribuídas por jogadores, equipe técnica e staff, sendo que 23 foram destinadas aos jogadores.

De acordo com as regras da Premier League, apenas os craques com mais de cinco jogos têm direito a uma medalha, o que significa que muitos podem ter jogado e não recebido o desejado prêmio. Ao longo da história do Campeonato Inglês há muitas situações destas, ainda mais porque, inicialmente, a regra determinava a participação em pelo menos 10 partidas. Conheça o nome de 3 estrelas que jogaram e não tiveram direito a medalha.

Gary Neville (Manchester United)

O lendário lateral do Manchester United aparece não uma, mas duas vezes nesta lista. O ex-jogador da seleção inglesa estreou no Man United na temporada 1993/94, numa altura em que para ter direito a medalha ainda eram precisos disputar 10 jogos. Naquele ano, o United sagrou-se campeão, mas Neville só disputou um único confronto.

Mais tarde, na temporada 2009-10, já com a regra dos cinco jogos prevalecendo, Neville voltaria a não cumprir o mínimo, já que uma lesão o obrigou a se retirar definitivamente dos gramados. Levava apenas quatro confrontos.

Mohamed Salah (Chelsea)

Em 2019/20, Mohamed Salah tinha mais do que garantida a sua medalha de campeão da Premier League, mas nem sempre foi assim.

Em 2014/15 o craque egípcio abandonou o Chelsea no meio da temporada para se juntar à Fiorentina, por empréstimo, assistindo da Itália à caminhada dos londrinos rumo ao título. Antes de sair dos Blues, Salah tinha realizado apenas quatro jogos.

Ironicamente, o agora craque do Liverpool foi substituído por Juan Cuadrado. O colombiano foi um flop, mas jogou 14 vezes e teve direito à sua medalha.

Matic (Chelsea)

A primeira passagem de Matic pela Premier League foi uma desilusão. Fez parte do elenco do Chelsea que, em 2009/10, fez a dobradinha, mas não convenceu o técnico Carlo Ancelotti, que o vendeu ao Benfica em 2011, com apenas dois jogos na Premier League.

O sérvio foi campeão em Portugal e retornou em 2013 ao Chelsea, para terminar o que tinha deixado pendente. Conquistou não uma, mas duas medalhas, contando as conquistas de 2015 e 2017.

LEIA AQUI mais artigos sobre Futebol

Written By,

de Rui Sousa