Skip to main content

Cinco brasileiros que brilharam ao serviço do Porto

Clube português tem uma forte ligação com o mercado brasileiro.

de Rui Sousa

julho 17, 2020

O FC Porto acaba de se sagrar campeão de Portugal. Na passada quarta-feira venceu o clássico contra o Sporting e chegou ao 29º título do seu currículo. Os Dragões festejaram o título, mas a partida ficou também marcada por algumas despedidas anunciadas. Alex Telles, um dos melhores jogadores do elenco e talvez o maior destaque da atual temporada, foi substituído perto do final da partida e não conteve a emoção no momento em que se sentou no banco de reservas. 

Ao fim de 180 jogos e 23 gols, Telles foi mais um brasileiro a escrever o seu nome em letras douradas num dos históricos do futebol europeu. Antes dele, outros nomes consagrados triunfaram com a camisa azul e branca, fazendo parte das maiores conquistas do clube.

Conheça 5 brasileiros que brilharam ao serviço do Porto

Alex Telles

No dia em que aterrou no Porto, Alex Telles tinha uma missão muito clara. Fazer esquecer outro craque brasileiro que tinha sido dono e senhor da lateral esquerda dos Dragões: Alex Sandro. De Alex para Alex, de craque para craque, o Dragão assistiu a uma passagem de testemunho muito feliz, já que o novo brasileiro se viria a tornar num dos ídolos da torcida. Afinal, ele é dono de um pé esquerdo fabuloso que tantas alegrias deu aos adeptos azuis e brancos.

No capítulo de passes para gol foi (e ainda é) rei e senhor em Portugal, com 54 assistências em 189 jogos. A juntar a isso, mais 23 gols, que mostram bem a influência que o lateral sempre teve no jogo ofensivo dos Dragões. O PSG parece ser o destino provável de Alex Telles e as saudades do Porto já começam a apertar.

Helton

Se Alex Telles veio para substituir um craque, Helton teve uma missão ainda mais difícil: fazer esquecer um dos históricos goleiros da história do clube: Vítor Baía. E qual a melhor forma de fazer? Tornando-se ele próprio um histórico. Helton se tornou numa das figuras carismáticas do FC Porto por mais de uma década. Um década vencedora em que a equipe praticamente conquistava título atrás de título. Em 11 temporadas, foram 7 ligas portuguesas, 3 copas de Portugal, 6 supercopas e, claro, uma Liga Europa. Helton é também parte da história do FC Porto.

Hulk

Contemporâneo de Helton em muitas dessas brilhantes conquistas dos Dragões foi Hulk. Contratado aos chineses do Kawasaki Frontale, o possante atacante evoluiu tanto ao serviço dos Dragões, que chegou a ser um dos nomes mais desejados pelos grandes clubes europeus.

Ao lado de nomes como Falcao, James, João Moutinho e do já referido Alex Sandro, Hulk era um dos principais nomes de um dos times mais temidos da Europa. Quatro temporadas completas no Porto valeram quatro ligas portuguesas, três copas de Portugal, quatro supercopas e uma Liga Europa. Quanto a números, Hulk abandonou o clube por uma transferência avaliada em € 40 milhões ao fim de 99 jogos, 54 gols e 43 assistências.

Mário Jardel

Jardel era uma verdadeira máquina de marcar gols. Era impossível de marcar e não havia como evitá-lo. Não só em Portugal, mas também nas competições europeias, o Super Mário, como ficou conhecido, não perdoava. Entre a época de 1996/97 e 1999/00 Jardel fez sonhar os torcedores azuis e brancos com nada menos do que 168 gols em 175 partidas.

A idolatria por Jardel era tanta que ficou imortalizada num verso de uma popular canção do cantor Rui Veloso, que refere a capacidade inata de Jardel voar sobre os zagueiros. Além disso, ficará para sempre marcado como um dos responsáveis pelo inédito penta do FC Porto, fechado em 1999 e até hoje único no futebol português.

Diego

O craque do Flamengo chegou ao FC Porto com outra missão complicada: substituir Deco, que por muitos é considerado o melhor jogador da história do clube. O início do brasileiro foi muito positivo, sangrando-se desde logo campeão do mundo de clubes, mas a sua adaptação ao futebol português não foi fácil. Ainda assim, a passagem do craque flamenguista pelo Dragão foi muito positiva, pois ainda festejou um campeonato e duas supercopas portuguesas.

LEIA AQUI mais artigos sobre futebol

Written By,

de Rui Sousa