Skip to main content

Polêmica no tênis: Coronavírus chegou ao Adria Tour

Jogadores e staff acusaram positivo. Djokovic recusou teste.

de Rui Sousa

junho 22, 2020

A série de torneios de exibição da Adria Tour que tem percorrido alguns países dos Balcãs, apoiada por Novak Djokovic, poderá está em risco. Borna Coric e Grigor Dimitrov acusaram positivo ao novo coronavírus, tal como um dos preparadores físicos de Djokovic e do Búlgaro. A final da segunda etapa da Tour entre Djokovic e Rublev foi cancelada depois da confirmação dos resultados dos testes. Apesar de ter contactado diretamente com alguns infetados, Djokovic recusou ser testado por alegar não ter sintomas. Está instalada a polêmica!

O primeiro jogador a anunciar um teste positivo entre os integrantes do Adria Tour foi Grigor Dimitrov. O Búlgaro esteve na semana passada em Belgrado, num torneio que contou com a presença de público nas arquibancadas. Não teve restrições no contacto entre jogadores e torcedores. Dimitrov acusou positivo na chegada ao Mônaco, mas depois disso, o Búlgaro já esteve em Zadar, onde jogou frente a Coric e participou numa partida de basquete com os restantes jogadores. Conhecido o resultado do teste, o tenista acabou por abandonar o torneio.

Mais tarde foi a vez de Borna Coric. Também ele esteve rodeado de torcedores em Zagreb, sem máscara ou medidas de distanciamento social, e marcou presença em todas as ações de promoção do torneio. Incluindo uma festa num clube da cidade após a conclusão da primeira etapa, onde estiveram também Alexander Zverev e Djokovic. O teste positivo do jogador Croata foi anunciado um dia depois do de Dimitrov.

Borna Coric e Grigor Dimitrov - Adria Tour
Borna Coric e Grigor Dimitrov – Adria Tour

Polêmica com Djokovic

O caso do número um mundial é o que tem levantado maior polêmica. Primeiro, porque ele é o grande impulsionador do torneio, depois porque o próprio se recusou a ser testado em Zadar. Mesmo sabendo de casos positivos de companheiros com quem contactou. O caso é ainda mais grave porque um dos seus preparadores físicos também testou positivo. O mesmo aconteceu com um dos treinadores de Grigor Dimitrov.

Por não ter sintomas, o líder do ATP retornou ao seu país após a final do torneio que o próprio iria disputar ter sido cancelada. E as críticas já começam a chegar.

LEIA AQUI mais artigos sobre Tênis!

Written By,

de Rui Sousa