Skip to main content

“Há um jogador gay ou bissexual em cada time de futebol”, diz atacante da Premier League

Troy Deeney fala sobre resistência do futebol à homossexualidade dos jogadores

de Flávia Rodrigues

junho 15, 2020

Durante o podcast “Grounded with Louis Theroux” da BBC, Troy Deeney foi categórico ao afirmar que há, pelo menos, um jogador de futebol gay ou bissexual em cada time de futebol. Além disso, o atacante incentivou a ideia dos jogadores começassem a falar sobre a homossexualidade no esporte.

Uma das estrelas principais do Watford, time que disputa a Premier League, Troy Deeney se diz convencido de que bastaria um atleta se assumir para que outros fizessem o mesmo.

“Eu diria que provavelmente há pelo menos um jogador de futebol gay ou bissexual em cada time de futebol. Eles estão lá, estou 100% certo de que é assim. Se alguém se assumisse, estou convencido de que na primeira semana haveria pelo menos cem pessoas que fariam o mesmo. O problema é que ninguém quer ser o primeiro”.

Troy Deeney, capitão do Watford

Conforme o atacante afirmou, como o mundo do futebol é um tanto machista, muitos atletas consideram que declarar sobre a homossexualidade pode ser prejudicial à carreira. E, aproveitou para destacar também a resistência no meio para tratar do assunto.

“Também me pergunto por que muitos esperam parar de jogar futebol, rugby ou qualquer outro esporte que pratiquem e depois admitem que são homossexuais. A impressão é que é algo realmente pesado para carregar durante sua carreira esportiva”.

Troy Deeney

Troy Deeney e Olivier Giroud levantam a questão da homossexualidade no futebol

Há dois anos, Olivier Giroud também ganhou destaque na mídia ao se solidarizar com Thomas Hitzlsperger, que assumiu ser gay e se aposentou em 2014. Na época, Giroud era jogador do Chelsea – mais um time da Premier League – e se mostrou favorável à discussão sobre a aceitação da homessexualidade no futebol.

Quando vi o alemão Thomas Hitzlsperger voltar a jogar em 2014, foi muito emocionante. Foi nessa época que pensei que era impossível ser homossexual no futebol. Em um vestiário, há muita testosterona, quartos, duchas coletivas… É complicado, mas é assim. Eu entendo a dor e a dificuldade dos caras que assumem, é um teste real depois de anos. Eu sou ultra-tolerante, mas ainda há muito trabalho no mundo do futebol a respeito deste assunto, para dizer o mínimo“.

Olivier Giroud, entrevista ao Le Figaro, em 2018
Troy Deeney e Olivier Giroud levantam a questão da homossexualidade no futebol.
Em 2018, Olivier Giroud já havia levantado a discussão sobre a aceitação da homessexualidade no futebol. Na época, o jogador defendia o Chelsea, time da Premier League.

Leia mais artigos sobre Futebol aqui!

Written By,

de Flávia Rodrigues