Skip to main content

Em 2000, Romário foi digno de Melhor do Mundo

O ano 2000 foi sinônimo de recordes para Romário

de Flávia Rodrigues

junho 19, 2020

“Quando nasci, Papai do Céu apontou para mim e disse Esse é o cara!”

Romário

A famosa frase de Romário foi dita em 2003, após tirar o Fluminense da zona do rebaixamento no Brasileirão, mas, bem que poderia ter sido criada pelo craque três anos antes.

Em 2000, o que Romário alcançou e fez em campo durante a temporada de futebol foi bem digno de receber o título de Melhor Jogador do Mundo. Entretanto, naquele ano, o prêmio foi para Zinedine Zidane pela segunda vez, tendo Rivaldo sido eleito em 3º lugar.

Premiação à parte, 2000 foi sinônimo de recordes para o Baixinho. Com sua genialidade e defendendo as cores do Vasco da Gama, a conclusão que chegamos é que Romário marcou em todos os jogos naquela temporada. Basta somarmos as partidas e os gols marcados pelo clube carioca e pela Seleção Brasileira.

Sendo assim, para muitos, 2000 foi o melhor ano da carreira de Romário. Aos 34 anos, seu desempenho ainda ajudou (e muito) o Vasco a conquistar o título do Brasileirão – na época, chamado Copa João Havelange – e a Copa Mercosul. Além disso, ficou com o vice-campeonato no Mundial de Clubes, no Campeonato Carioca e no Torneio Rio-São Paulo. Algo inesquecível.

Com uma atuação tão admirável, Romário também acabou sendo convocado para retornar à Seleção Brasileira. Com o intuito de tentar salvar a nação nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2002. Desta forma, o camisa 11 marcou 7 gols em apenas 2 jogos vestindo a amarelinha.

No total pelo Vasco, foram 66 gols em 71 partidas, além de 16 assistências. Afinal, mais do que isso, Romário conseguiu se tornar artilheiro em 5 competições.

Inegavelmente, Romário foi imbatível naquele ano.

Confira os feitos de Romário no ano 2000:

  • Artilheiro do Mundial de Clubes: 3 gols em 4 jogos
  • Artilheiro do Copa Mercosul: 11 gols em 11 jogos
  • Artilheiro do Campeonato Carioca: 19 gols em 17 jogos
  • Artilheiro do Torneio Rio-São Paulo: 12 gols em 9 jogos
  • Artilheiro da Copa João Havelange – Módulo azul e mata-mata
  • Artilheiro do Brasil nas Eliminatórias: 7 gols em 2 jogos
  • Melhor Jogador da Copa João Havelange
  • Campeão da Copa João Havelange (2 gols na final)
  • Campeão da Mercosul (4 gols na final)
  • Vice-campeão no Mundial de Clubes
  • Vice-campeão no Campeonato Carioca
  • Vice-campeão no Torneio Rio-São Paulo
  • 73 gols em 73 jogos


Confira mais notícias sobre Futebol aqui!

Written By,

de Flávia Rodrigues