Skip to main content
  • MMA
  • Outros Esportes

Conor McGregor anuncia aposentadoria do UFC

Pela terceira vez, lutador decide se afastar do MMA

de Flávia Rodrigues

junho 8, 2020

Desta vez, não durou muito. Pela terceira vez, e seis meses após voltar ao UFC, Conor McGregor anunciou a sua aposentaria dos octógonos. O anúncio feito nas redes sociais do lutador e pegou uma legião de fãs de surpresa durante a madrugada de domingo (7). No entanto, esta não é a primeira vez que o irlandês fala em parar de lutar na fraquia. “Notorious” já havia anunciado o fim da carreira outras duas vezes, em 2016 e em 2019. Porém, voltou atrás em ambas ocasiões.

Conor McGregor decidiu divulgar a recente decisão de se afastar do UFC, exatamente, logo após a brasileira Amanda Nunes fazer história no UFC 250, ao defender seu cinturão no peso pena.

McGregor teria mais 3 lutas este ano pelo UFC

O fato é que a aposentadoria contraria o planejamento de lutar pelo menos três vezes ao longo de 2020. Sua última luta aconteceu em janeiro, durante o UFC 246, quando derrotou Donald “Cowboy” Cerrone por nocaute, em apenas 40 segundos.  

Conor McGregor se aposenta do UFC pela terceira vez
LAS VEGAS, NEVADA – Conor McGregor antes de derrotar Donald “Cowboy” Cerrone por nocaute no UFC 246 na Arena T-Mobile, em 18/01/2020 (Foto: Steve Marcus/Getty Images)

Além disso, parecia certa uma revanche entre ‘Notorious’ e Khabib Nurmagomedov ainda este ano. Já que Dana White, presidente do UFC, teria pedido para que o irlandês voltasse ao peso leve. 

Sendo ex-campeão em duas categorias do Ultimate (peso-pena e peso-leve), por outro lado, a vitória de janeiro sobre Cowboy abriu as portas para que Conor McGregor também pudesse entrar na briga pelo cinturão do peso-meio-médio

Entretanto, agora, Conor McCregor afirma que nunca mais lutará, aos 31 anos.

Anúncios de aposentadoria de “Notorious”

Anteriormente ao anúncio de domingo (7), Conor McGregor já havia se despedido dos octógonos duas vezes. Mas, voltou atrás e retomou sua carreira no UFC.

Na primeira vez, em 2016, ele decidiu para de lutar após ser derrotado por Nate Diaz no UFC 196. No entanto, estaria de volta 6 edições depois, no UFC 202, com o propósito de vingar a derrota. Na época, Conor McGregor expôs a insatisfação com exigências, como a obrigação de compromissos promocionais, durante negociação com franquia.    

Já na segunda vez, em 2019, o irlandês fez o mesmo tipo de anúncio e disse que se juntaria aos irmão Fertitta, Lorenzo e Frank III, ex-sócios do UFC e, sendo assim, não lutaria mais. Porém, por fim, a decisão durou até o duelo contra Donald “Cowboy” Cerrone, em janeiro passado.

Em seu cartel, Conor McGregor coleciona 22 vitórias e 4 derrotas.

Leia mais artigos sobre MMA aqui!

Written By,

de Flávia Rodrigues